3.31.2012

Poema de Fabrício Corsaletti, 2005

AMOR A PRIMERA MIRADA
para Amalia Sato


buenos aires buenos bares
um dia nos apresentaram

“encantada” ela me disse
mas como quem não diz nada

“encantado” respondi
como num passe de mágica

mas ela não percebeu
ou achou exagerada

minha resposta epifanica
minha alegria desbragada

não era depois entendi
amor a primera mirada

era só “muito prazer”
sólo una chica educada

así que no pasó nada…


Fabrício Corsaletti

No hay comentarios:

Publicar un comentario